Padarias apostam em “cardápio especial” para Dia dos Namorados

Além da criatividade nos presentes, os casais terão ainda o desafio de improvisar nas comemorações, uma vez que a maioria das lojas, restaurantes e bares de Belo Horizonte seguem fechados.

O Dia dos Namorados é uma das datas mais importantes para o varejo, e como tantas outras situações, também será diferente este ano, por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e as medidas de distanciamento social.

Além da criatividade nos presentes, os casais terão ainda o desafio de improvisar nas comemorações, uma vez que a maioria das lojas, restaurantes e bares de Belo Horizonte seguem fechados.

Diante do cenário, as principais padarias da Capital têm adotado medidas estratégicas não apenas para suprir as necessidades do consumidor, mas também vislumbrando amenizar os impactos da pandemia e seus desdobramentos nas vendas do setor.

Especificamente para o Dia dos Namorados, na próxima sexta-feira (12), as lojas prepararam cestas de café da manhã, tábuas de frios, jantares, ceias, flores e bebidas especiais.

Segundo o presidente do Sindicato e Associação Mineira da Indústria de Panificação (Amipão), Vinícius Dantas, as medidas têm sido adotadas desde meados de março, quando as principais atividades econômicas foram suspensas em quase todo o País.

“A incerteza em relação ao futuro tem levado as pessoas a controlarem o consumo, portanto, é hora de abusar da imaginação para vender produtos bem decorados, menores, com preços mais em conta. Sem contar que, mesmo sendo atividade essencial, o setor de panificação também foi bastante atingido com a pandemia e os negócios precisam de alternativas para recomporem as receitas”, explicou.

O mesmo, conforme ele, foi feito no Dia das Mães e será realizado em outras datas especiais, enquanto durar a pandemia, como o período junino, tradicional em Minas Gerais. “As lojas já estão todas ornamentadas com o tema e recheadas de produtos típicos, os mais procurados nesta época do ano, como canjica, milho, curau, doces e caldos”, citou.

Dantas, que é proprietário da rede de padarias Ping Pão, com seis unidades em Belo Horizonte, disse que as estratégias também estão sendo adotadas em suas lojas.

Segundo ele, a rede está comercializando kits para as datas especiais com cervejas artesanais, vinhos e espumantes, além de chocolates e flores. “Tudo pensando nas novas formas de relação, nas demandas dos clientes e no aumento das vendas”, afirmou.

A Boníssima, com três lojas na capital mineira, também preparou produtos especiais. De acordo com a diretora, Natália Carneiro, são cestas de café da manhã, caixas especiais com flores, pães, vinhos e fondue doce e salgado. E o consumidor ainda tem a opção de fazer o pedido pelos canais digitais e receber os produtos por delivery.

“São presentes para curtir a dois. Ou se a pessoa preferir, é possível personalizar um cartão e a gente faz a entrega no horário agendado. Preparamos opções do café da manhã ao jantar, proporcionando comodidade com a qualidade dos produtos da Boníssima”, garantiu.

Conforme a empresária, estas e outras medidas têm sido adotadas como forma de reduzir os impactos da pandemia nos negócios. A estratégia é intensificar os serviços de entrega e a compra on-line, de maneira a colaborar para o distanciamento social. Para ela, a rotina já é parte do chamado “novo normal”, afinal, já são três meses trabalhando desta maneira.

“As pessoas estão se adaptando e isso acelerou algumas tendências que já estávamos vivendo, como a concentração das vendas on-line. Acredito que isso não terá volta, pois é muito prático, cômodo e facilita a vida das pessoas”, disse.

A Villa Lourdes, localizada na região Centro-Sul de Belo Horizonte, também preparou opções para a data e espera aumento de 20% nas vendas a partir da comercialização de cestas de café da manhã, tábuas de frios e iguarias para serem servidas antes das refeições e menus completos.

“Simplificamos o mix para produtos que atendam às necessidades dos clientes em tempos de pandemia. O grande desafio foi tornar atraentes os produtos que antes ficavam expostos e agora estão embalados”, explicou a proprietária Juliana Braga, que também utilizou estratégia semelhante no Dia das Mães, obtendo resultados favoráveis.

Diário do Comércio

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

NOTÍCIAS
MAIS RECENTES

DICAS & IDEIAS
MAIS RECENTES

REDES SOCIAIS
FACEBOOK

NEWSLETTER
FIQUE POR DENTRO

Faça parte da nossa newsletter e fique atualizado com todas as informações sobre o setor da panificação. Preencha os campos abaixo para se cadastrar.

SÓCIOS COLABORADORES

× Ajuda?